Dior Capture Totale Dream Skin

31 Out 2014 — por Bárbara Resende

living-gazette-barbara-resende-beleza-creme-dior-capture-totale-dreamskin

Usar produtos da Dior é sempre especial: embalagens lindas, cores e texturas incríveis. Cada vez mais me encanto pela marca. Dessa vez testei o comentado Capture Totale Dream Skin, creme uniformizador e anti-rugas e, sem mais delongas, já digo: que textura incrível desse creme! Dá vontade de exagerar na dose, passar 3x por dia! Tão leve, a pele fica imediatamente aveludada…

O Dream Skin pode ser usado sozinho ou depois do seu creme habitual (eu geralmente uso depois dos meus cremes) e realmente não pesa na pele. Ele uniformiza a pele das manchinhas e vermelhidão, reduz a aparência dos poros, é anti-idade (rugas, flacidez) e dá uma bela iluminada. E, logo que se usa, já se percebe uma leve diferença no quesito uniformidade e luminosidade, o que mais gostei em relação aos resultados. E deu uma suavizada nas linhas e firmeza também.

living-gazette-barbara-resende-beleza-creme-dior-capture-totale-dreamskin-sepha-perfumaria

Da minha rotina de cremes, sempre me animo quando chega a hora de passar o Dream Skin: é sem dúvida o creme que mais gosto de usar. Recomendo que testem. E se apaixonem!

À venda na Sépha Perfumaria

Cores delicadas e texturas luxuosas deixam suíte ultra feminina

31 Out 2014 — por Bárbara Resende

Um dos quartos mais lindos que já postei aqui no Living: estou encantada por cada detalhe dessa suíte! Que cartela de cores mais delicada, elegante, feminina… rosa velho, lilás, cinza claro, com toques de branco e bege e metais dourados deixaram o espaço cheio de sutileza e de um bom gosto apurado. Texturas luxuosas dão conforto e um toque de glamour e riqueza. Para querer se inspirar já!

living-gazette-barbara-resende-decor-suite-lilas-rosa

A cômoda de madrepérola é bem étnica mas ficou sutil pelas tonalidades. A cortina, que de longe parece apenas uma estampa chevron (zigue-zague) se revela mais delicada e inusitada de perto. A roupa de cama colabora e muito para compor todo o visual do quarto e trazer mais aconchego

living-gazette-barbara-resende-decor-suite-banheiro-lilas-dourado

Ah o banheiro…nunca vi cor mais linda para os armários! Metais dourados finalizam o glamour

living-gazette-barbara-resende-suite-lilas-rosa-escrivaninha-penteadeira

Canto da penteadeira, dentro do closet: o lilás deixa tudo muito mais feminino do que normalmente já seria!

living-gazette-barbara-resende-decor-suite-closet-lilas-rosa-banheira-metal-dourado

Não é de encantar qualquer mulher? Já me rendi!

Pulseirismo delicado

30 Out 2014 — por Bárbara Resende

Depois de um bom tempo deixadas de lado, as joias e bijoux mais delicadas estão voltando a ter seu destaque e o melhor, podem ser usadas aos montes! E isso inclui muitas pulseiras para fazer o seu arm party mais luxuoso: mais finas, em prata ou dourado (esqueça as de tecido coloridas), com brilhos ou berloques, essa versão do pulseirismo é mais refinada e simplesmente linda!

Para rechear seus pulsos, fiz uma seleção sob medida na Bliss4you, cheia de delicadeza.

living-gazette-barbara-resende-moda-bijoux-pulseirismo-bliss4you-loja-online

Compre online: 1 234 56789 • mais pulseiras

As pulseiras com pedras são o hit da vez – eu adoro pedras em bijoux – e a minha preferida dessa seleção é sem dúvida a turca com pedra rosa… a cor, o formato, tão simples mas elegante e original. Quero uma! Adoro também as com diversas pedras pequenas incrustradas…Nessa nova versão do pulseirismo, as pulseiras são basicamente da mesma espessura, quando muito, tem alguma levemente maior, com mais destaque, mas nada pesado (como as de pedras, só a pedra é o detalhe que se destaca, o aro continua fino e delicado). Se tiver um relógio para jogar no meio (não precisa combinar os metais), melhor ainda. Algumas inspirações – deu vontade de usar já!

living-gazette-barbara-resende-moda-bijoux-pulseirismo-como-usar

Não é um charme? Aderindo em 3,2,1!

A sala de trabalho da Eva Chen, editora-chefe da Lucky Magazine

30 Out 2014 — por Bárbara Resende

A gente imagina os escritórios das revistas cheios de estilo, super decorados, mas a verdade é que é tudo bem básico. Um salve são as salas próprias das editoras (lembrando que nem todas tem esse seu espaço privativo), que ganham uma decoração um pouco mais cuidadosa, mas mesmo assim com muito branco e poucos móveis. De qualquer forma, é sempre uma curiosidade ver como é o espaço de trabalho de uma revista! Eu simplesmente adoro e se pudesse visitaria todas as redações possíveis no mundo!

Essa é a sala da Eva Chen, editora-chefe da Lucky Magazine, que trabalhou por anos na Teen Vogue como editora de beleza antes de receber a indicação da Anna Wintour para comandar a Lucky Magazine. Eva trouxe um frescor à revista, que cresceu e ganhou destaque entre as publicações de moda. Sua sala mostra um pouco desse frescor de Eva: com muito branco (como era de se esperar) e espaço, tem enormes janelas que trazem ainda mais luz ao ambiente. Toques de cor animam a decoração e a tiram do básico.

living-gazette-barbara-resende-decor-escritorio-eva-chen-lucky-magazine

Adoro as cadeiras estampadas ao redor da mesa branca bem básica. O quadro abstrato com amarelo também deixa o espaço mais interessante

living-gazette-barbara-resende-decor-escritorio-eva-chen-lucky-magazine-sala

Lindo esse sofá, em azul acinzentado super claro!

living-gazette-barbara-resende-decor-escritorio-eva-chen-lucky-magazine-detalhe

Um banco de metal, bem moderno, preenche esse espaço e serve quase como um aparador, para guardar revistas, livros, a bolsa…Sei que é truque de styling para foto, mas as sandálias de salto vermelhas são um toque e tanto de decoração!

Um escritório simples mas com personalidade!

Mural de inspiração: mini bags

29 Out 2014 — por Bárbara Resende

Virou uma febre – mas também quem resiste? – as mini bolsas: usadas apenas para o essencial (algumas nem o celular cabem!), elas enchem de graça qualquer look e mesmo sendo bem pequenas, ganham destaque. Eu tenho usado cada vez mais bolsas pequenas, exceto nos dias que realmente preciso levar muita coisa, e adoro a praticidade e a leveza desse formato e, claro, o charme que acrescentam em qualquer produção, seja para o dia, bem básica ou para a noite. Selecionei muitas fotos cheias de fofura para você ficar com vontade de aderir também! E já digo: sim, é muito possível usar no dia-a-dia!

living-gazette-barbara-resende-moda-tendencia-mural-inspiracao-mini-bags

living-gazette-barbara-resende-moda-tendencia-mural-inspiracao-mini-bags-street-style

Maneiras de usar: com a alça longa transpassada mas desde que a bolsa fique mais para a frente do corpo que lateral ou carregar com a alça pequena e deixar a longa caída

living-gazette-barbara-resende-moda-tendencia-mural-inspiracao-mini-bags

living-gazette-barbara-resende-moda-tendencia-mural-inspiracao-mini-bags

Como resistir às mini mochilas? Quero já!

living-gazette-barbara-resende-moda-tendencia-mural-inspiracao-mini-bags-street-style-fashion-week

Não são uma graça? Dá para usar duas bolsas de uma vez, uma bem pequena – que serve como carteira e para guardar o celular, e outra maior, tipo tote, para carregar papeis, tablet, essas coisas. Vale enfeitadas, coloridas, metalizadas (adoro), em tons pastel, básicas…o formato é que garante o charme.

Quanto menor, melhor!